Redução de antibióticos em aves de corte

phileo

Em um relatório de 2016 sobre a resistência emergente a drogas, Lorde Jim O’Neill estimou que as mortes por resistência antimicrobiana (AMR) poderiam chegar a 10 milhões por ano até 2050, a um custo para a economia global de 100 trilhões de dólares. Sendo assim, muitos países decidiram reduzir o uso de antibióticos na produção de aves. As Nações Unidas e outras organizações não governamentais criaram uma estrutura para combinar os esforços de redução na saúde animal, saúde humana e no ambiente, chamada de Saúe Única (One Health). Isso abrange as ações em saúde animal, como treinamento para os granjeiros, veterinários, técnicos e outros profissionais.

 

A redução do uso de antibióticos precisa ser global, incluindo o manejo das granjas, a nutrição e as estratégias de alimentação, para reduzir os estresses das aves, que podem induzir a doenças previamente tratadas com antibióticos. Há 2 classes de antibióticos: os usados como promotores de crescimento (AGPs) e outros usados para prevenir doenças ou curar aves doentes.

Picto poultry

Encontrando alternativas para AGPs

Phileo dash

Os AGPs são usados por seus efeitos anti-inflamatórios, em vez dos efeitos antibióticos. Usados em níveis de doses subterapêuticas, abaixo da Concentração Inibitória Mínima (MIC), eles ainda podem funcionar na presença de resistência bacteriana ampla (ex., tetraciclinas). Por este motivo, seu modo de ação é mais complexo que o dos antibióticos. A acumulação de AGPs nas células inflamatórias, e sua capacidade de inibir as funções celulares, explica seu efeito anti-inflamatório. Eles podem reduzir a inflamação intestinal crônica em aves de corte de crescimento rápido, o que pode economizar energia e reduzir as taxas de conversão alimentar.

 

O Safmannan® é um bom candidato como alternativa aos AGPs. Ele controla o processo inflamatório ao interagir com receptores (Dectina-1 e TLR-2) e induzir uma baixa resposta NF-kB, o que ajuda a evitar a “superinflamação”.

Estudos com Safmannan®

Phileo dash

A combinação deste efeito anti-inflamatório e a preservação das junções oclusivas pelo Safmannan® permite que a inflamação intestinal crônica seja reduzida e economiza energia. Isso foi comprovado por vários estudos comparando Safmannan® e AGPs, como avilamicina.

Peso corporal TCA com safmannan

Encontrando alternativas de tratamento aos antibióticos

Phileo dash

O Safmannan® influencia positivamente a microflora intestinal, morfologia intestinal e imunidade. Um modelo de enterite necrótica foi usado para comparar o desempenho das aves entre um controle não suplementado/não infectado (UUC), um controle não suplementado/infectado (UIC), um grupo suplementado com bacitracina MD (BMD, 50 g/ton) e um quarto grupo suplementado com Safmannan® (250 g/ton).

 

As aves suplementadas com BMD ou Safmannan® não mostraram diferenças significativas no peso corporal, TCA ou taxas de mortalidade, comparadas com o grupo UUC.

 

Adicionalmente, um escore de lesão significativamente diminuído nos grupos BMD e Safmannan® foi encontrado, em comparação com o grupo controle não suplementado/infectado. A suplementação de aves desafiadas com Safmannan® permitiu que elas tivessem desempenho tão bom quanto o dos controles não infectados e de aves suplementadas com AGP.

Preencha este formulário para baixar o seu guia

Baixe a sua brochura sobre manejo de transição pós-antibióticos

Saiba mais sobre manejo de aves de corte

controle de salmonella
Imunomodulação
estresse de oxidação
estresse por calor